Padel World Press .- Em um artigo anterior eu expliquei porque nosso 'braço estava abaixado' em certas situações de um jogo. Muitos de vocês e vocês identificaram-se com as razões e pediram-me para lhe dar algumas orientações para poder "superar" esse medo. Bem, aqui deixo algumas das rotinas que você pode aplicar e treinar.

O primeiro passo para poder 'curar' ou 'intervir' é reconhecer esse medo de perder ... Ou seja, ter consciência de que o teu jogo não é o que devia ser e assumir situações como esta: “Sim, é verdade. Reconheço que tenho medo de perder e que quando jogo estou abaixo do meu nível e tenho medo de não jogar como normalmente jogo ”.

Por mais simples que seja dizê-lo, não é tão fácil reconhecê-lo, assumi-lo e 'publicá-lo' ... Ou o que é mesmo: comunicá-lo ao treinador ou aos profissionais que o possam ajudar (em especial, o psicólogo desportivo especializado em paddle).

O segundo passo será analisar as causas, saber por que nosso braço está encolhendo, para poder intervir nelas. As causas, sobretudo, incidem sobre vários aspectos, recolhidos no artigo anterior: excesso de pressão, falta de confiança, tensão excessiva, descontrole emocional, pensamentos negativos, responsabilidade mal focada, etc.

A terceira etapa é aprender e aplicar as rotinas de treinamento mental. A aplicação de rotinas mentais deve ser abrangente, isto é, aplicada em treinamento técnico, tático, físico e mental, em conjunto. Ele começará com o treinamento semanal e, pouco a pouco, eles serão aplicados em situações de competição simuladas para acabar se movendo para situações reais de corrida.

Aqui estão quatro técnicas específicas para superar o medo e prevenir o 'encolhimento do braço':

  1. Respiração profunda

Esta técnica é muito fácil de aplicar e é útil para controlar reações fisiológicas antes, durante e depois de lidar com situações emocionalmente intensas.

- Respire fundo enquanto conta mentalmente até o 4.

- Prenda a respiração enquanto conta mentalmente até o 4.

- Libere o ar enquanto conta mentalmente até o 8.

- Repita o processo anterior.

Trata-se de fazer as diferentes fases da respiração lentamente e um pouco mais intensa que o normal, mas sem ter que forçar em nenhum momento. Para verificar se você está respirando da maneira correta, coloque uma das mãos no peito e a outra no abdômen. Você estará respirando corretamente quando apenas sua mão se mover do abdome ao respirar (alguns também chamam de respiração abdominal).

  1. Pare de pensar (parar)

Esta técnica também pode ser utilizada antes, durante ou depois da situação de competição que nos causa problemas. Essa estratégia foca no controle do pensamento e, para colocá-la em prática, devem ser seguidos os seguintes passos:

- Quando você começar a se sentir desconfortável, nervoso ou chateado, preste atenção ao tipo de pensamentos que você está tendo e identifique todos aqueles com conotações negativas (foco no fracasso, ódio de outras pessoas, culpa, etc.)

- Diga a si mesmo "Basta!"

- Substitua esses pensamentos por outros mais positivos.

O problema com essa técnica é que requer alguma prática para identificar pensamentos negativos, bem como transformá-los em positivos. Dou alguns exemplos de como podemos substituir pensamentos:

- “Eu sou um desastre” deveria ir para “Eu sou capaz de superar esta situação”.

- "Não aguento" se tornará "Se eu me esforçar, terei sucesso".

- "Sinto-me sobrecarregado" será alterado para "Preocupar-se não torna as coisas mais fáceis."

- "Tudo vai dar errado" dará lugar a "Isso não vai ser tão terrível."

- "Não consigo controlar esta situação" passará a ser "Tenho a certeza que vou."

- "Ele faz de propósito" irá para "Possivelmente não percebeu que o que está fazendo me incomoda".

  1. O relaxamento muscular 

Essa técnica também pode ser aplicada antes, durante e depois da situação, mas seu uso efetivo requer treinamento prévio. Para sua prática, siga os seguintes passos:

- Sente-se calmamente em uma posição confortável. Fecha os olhos.

- Relaxe lentamente todos os músculos do corpo, começando pelos dedos dos pés e depois relaxando o resto do corpo até atingir os músculos do pescoço e da cabeça.

- Depois de relaxar todos os músculos do corpo, imagine-se em um lugar tranquilo e relaxante (por exemplo, deitado na praia). Seja qual for o lugar que você escolher, imagine-se totalmente relaxado e despreocupado.

Imagine naquele lugar o mais claramente possível. Pratique este exercício sempre que possível, pelo menos uma vez por dia, durante cerca de 10 minutos em cada ocasião. Se você foi convencido da utilidade do exercício, lembre-se de que deve praticá-lo para automatizar o processo e relaxar em alguns segundos.

  1. Teste mental ou visualização

Esta técnica deve ser usada antes de enfrentar situações de competição nas quais não nos sintamos seguros. Simplesmente consiste em imaginar que você está naquela situação (por exemplo, enfrentando uma partida decisiva, tendo o  na sua mão e jogando um ponto para ganhar, acertando bolas decisivas ...) e que você está indo bem, enquanto se sente totalmente relaxado e seguro. Você deve praticar mentalmente o que vai fazer. Repita isso várias vezes até começar a sentir-se mais relaxado e confiante em si mesmo.

Todas essas técnicas e / ou rotinas de treinamento mental são necessárias para planejá-las e programá-las dentro do treinamento semanal, tentando não ser um 'treinamento paralelo', mas sim um treinamento integrado. A melhor época para aprendê-los é na pré-temporada, onde nossas demandas competitivas não são importantes.

Não hesite, agora você sabe como lidar com essas situações, então vá em frente, treine e aproveite sempre o paddle.

Fran Cintado

* Você pode acompanhar todas as novidades do mundo do remo em nossos perfis de Facebook y Twitter bem como se inscrever para o nosso Newsletter Notícias diárias.

Comentários

comentários

Partilha
artigo anteriorThe Paddle Technique: Por que jogar cross
próximo artigoVero Virseda, grande contratação para Varlion
Padel Word Press
Padel World Press é um jornal on-line dedicado ao mundo de remo que durante 24 horas por dia, será responsável por fornecer o último minuto do segundo esporte mais popular na Espanha. Notícias, entrevistas, relatórios, análise ... Todos os fãs vão apreciar a pá de um novo ponto de vista, sempre seriedade, rigor jornalístico e conhecimento de uma equipe com mais de uma década de experiência no mundo do padel.